Oprah Winfrey anunciou esta quinta-feira que vai publicar a sua primeira autobiografia e lançar uma chancela literária. As memórias daquela que é, para a revista Forbes, a 12.ª mulher mais poderosa do mundo vão ter como título “The Life You Want”.

De acordo com a imprensa internacional, que cita um comunicado da editora Flatiron Books, o livro deverá ser publicado em janeiro de 2017 e vai ter “histórias inéditas, mesmo as mais dolorosas” da mulher que nasceu em 1954, numa família pobre do Mississippi. A apresentadora espera assim “inspirar outras pessoas” e mostrar que “qualquer pessoa pode dar uma nova trajetória à sua vida”.

Esta não é a primeira vez que a apresentadora norte-americana tenta escrever as suas memórias. Em 1992 foi anunciado um acordo literário, mas Oprah mostrou-se insatisfeita com o resultado final, muito cronológico, e decidiu suspender o projeto por tempo indeterminado.

“Não tenho um prazo, mas vou saber quando é a altura certa. Quando se está a escrever um livro sobre o que a nossa vida significou, deve-se fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para fazê-lo o melhor possível”, disse ao Chicago Sun Times na altura.

O momento parece ter chegado e vai marcar a estreia de uma nova chancela, ainda sem nome, mas que já se adivinha um sucesso, tendo em conta as vendas dos muitos livros que apadrinhou nos últimos anos, nomeadamente na rubrica “Oprah’s Book Club”, inserida no programa televisivo “The Oprah Winfrey’s Show” que manteve entre 1986 e 2011. E não só. É dona de duas revistas, “O, The Oprah Magazine” e “O at Home”, um sucesso junto do público feminino.

O projeto editorial sob sua responsabilidade vai estar ligado à gigante MacMillan, ligada à Flatiron Books. De acordo com a Associated Press, depois da autobiografia de Oprah, a chancela vai publicar vários livros de não ficção por ano.