Victoria Lautman é uma jornalista formada em História da Arte que persegue as histórias do mundo indiano. Há trinta anos cruzou-se com uma arquitetura nova para ela que descreveu de “assustadora, subversiva e desorientadora” na peça que escreveu para o Bored Panda. Na Índia chamam-lhe de “baoli”: são lagos ou poços que podem ser acedidos através de uma série de escadarias que formam padrões repetidos.

A jornalista norte-americana descobriu que este modelo de arquitetura é pouco conhecido pelos próprios indianos, o que a levou a querer recuperar essa parte esquecida do património histórico. “Há quatro anos, com essa memória indelével a continuar a perseguir-me, comecei a procurar mais baolis e dei por mim profundamente obcecada”, conta ela.

De acordo com a explicação de Victoria Lautman ao Bored Panda, estas construções serviam para garantir água constante às populações, algo que só era possível escavando no terreno desértico para chegar à fonte. Em tempos de tempestade, quanto mais o poço enchesse, menos escadas era necessário descer para beber água.

Encontre esta e outras histórias no site de Victoria Lautman.