Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um homem tentou abrir a porta da cabine de um avião da Lufthansa, este domingo. O avião fazia o trajeto entre a cidade alemã de Frankfurt e a capital sérvia, Belgrado. Os passageiros e a tripulação conseguiram impedi-lo.

De acordo com a Agence France Press, a companhia não divulgou a nacionalidade do passageiro, nem que palavras proferiu durante o ato. O porta-voz da empresa esclareceu que a segurança do aparelho nunca esteve em perigo, uma vez que é impossível abrir as portas de cabine durante um voo. “Não foi a porta do cockpit”, disse.

O homem foi detido quando o avião aterrou em Belgrado. A televisão estatal sérvia deu a notícia dizendo que o homem se chama Laken, é da Jordânia e pediu para entrar no cockpit, ameaçando abrir uma das portas do avião se a sua vontade não fosse feita.

O canal disse ainda que o homem gritou que se queria juntar a Alá, levando consigo todos os passageiros. A notícia ainda não foi confirmada oficialmente.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR