Os futebolistas gregos anunciaram esta segunda-feira o início de uma greve a partir da próxima semana, por tempo indeterminado, em protesto pelo incumprimento do acordado relativamente ao apoio a jogadores dispensados por equipas em dificuldades financeiras.

A paralisação foi anunciada pela Associação Grega de Futebolistas Profissionais.

Foram ultrapassados todos os limites de tolerância e paciência dos jogadores, que estão fartos de ouvir promessas”, escrevem, numa declaração pública.

A associação indicou que a paralisação terá início com a ronda que decorre entre 15 a 17 de dezembro e prosseguirá nos jogos da liga e da segunda divisão, entre 19 e 21 de dezembro.

“Não temos outra maneira de proteger a nossa existência profissional, económica, atlética e material. Reclamamos apenas que seja cumprido o que foi acordado. Queremos apenas aquilo a que temos direito”, escrevem.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR