Rádio Observador

FIFA

Alibaba, gigante chinês do comércio eletrónico, vai patrocinar Mundial de futebol

O gigante chinês do comércio eletrónico Alibaba, através do seu modelo automóvel Alibaba E-Auto, um carro com ligação à internet, com lançamento previsto para 2016, patrocinará o Mundial até 2022.

FRANCK ROBICHON/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O gigante chinês do comércio eletrónico Alibaba, através do seu modelo automóvel Alibaba E-Auto, um carro com ligação à internet, com lançamento previsto para 2016, particionará o Mundial de Clubes da FIFA até 2022.

Segundo o acordo realizado com a FIFA, a promoção oficial do evento passará a ser ‘Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, apresentado pela E-Auto’, revelou a empresa em comunicado.

A referida marca, criada pelo grupo que se estima controlar 90% do comércio eletrónico da China, está a ser desenvolvida em conjunto com a Corporação Industrial Automóvel de Xangai (SAIC, na sigla em inglês).

“No desporto confluem vários setores estratégicos para o Alibaba, como a saúde e o bem-estar, e queremos acrescentar valor para os consumidores e o setor desportivo”, afirmou o presidente do grupo, Zhang Yong.

O mesmo responsável acrescentou que esta “é também uma parte importante da estratégia de globalização do grupo Alibaba para ligar a China cao resto do mundo”.

Por outro lado, o diretor de ‘marketing’ da FIFA, Thierry Weil, disse esperar que a organização “beneficie da inovação” do grupo, visando a promoção e difusão do evento na internet.

O acordo prevê a eleição do melhor jogador do torneio, assim como para cada uma das oito partidas.

O Campeonato do Mundo de Clubes reúne os vencedores anuais das taças das diferentes confederações continentais de futebol: UEFA (Europa), CONMEBOL (América do Sul), CONCACAF (América do Note, Central e Caraíbas), CAF (África), AFC (Ásia) e a OFC (Oceânia) e o vencedor do campeonato o país anfitrião, o Japão.

O grupo Alibaba é proprietário de 50% das ações do atual pentacampeão chinês de futebol e vencedor da Liga dos Campeões da Ásia, o Guangzhou Evergrande, que é orientado pelo antigo treinador da seleção portuguesa, o brasileiro Luiz Felipe Scolari.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)