Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As dúvidas acabaram: a “Figura do Ano” da Time é Angela Merkel. A lista dos mais relevantes de 2015 foi revelada esta quarta-feira pela publicação. O segundo e o terceiro lugar são bastante polémicos.

A escolha do nº1 recaiu sobre a líder da Alemanha, considerada como “a Líder mais poderosa da Europa” e a “Chanceler do Mundo Livre”. Merkel é elogiada pela atitude que tomou durante a crise dos refugiados: a abertura das fronteiras da Alemanha, a “firmeza contra a tirania”, e a “forte liderança moral” demonstrada. No site é contada toda a história de Merkel, desde o nascimento até às responsabilidades governativas.

E logo em segundo lugar surge um nome já polémico por ser incluído nas escolhas. A prata vai para Abu Bakr Al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico e responsável por atentados terroristas em todo o mundo. É mesmo essa a justificação da Time: Abu Bakr Al-Baghdadi é “a cabeça do ISIS e exporta extrema violência e (ideias de) religião destorcida por todo o mundo”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

3º lugar: O bronze vai para o também polémico Donald Trump. Um dos candidatos do Partido Republicano à Casa Branca soma declarações que têm indignado o mundo.

4º lugar: Black Lives Matter. O movimento de defesa da igualdade dos cidadãos negros ganhou destaque em 2015. Os protestos aconteceram particularmente contra o tratamento desigual por parte das forças policiais.

5º lugar: O quinto lugar pertence a Hassan Rouhani, presidente do Irão, que tem estado em destaque nos acordos internacionais.

6º lugar: Um dos empresários mais bem sucedidos do momento. É Travis Kalanick, diretor executivo da Uber, a empresa com um serviço alternativa aos táxis.

7º lugar: Caitlyn Jenner. A mulher transgénero anunciou a transição no início do ano e mostrou-se ao mundo em junho, com a derradeira capa da Vanity Fair. Caitlyn Jenner trouxe as questões transgénero para a ribalta.