“20 anos volvidos desde o seu início, combater o regime de Lukachenko parece um esforço vão. Que força é essa que trazem nos braços, quando nunca veem mudança? Porque lutam, se não esperam surpresas?” Começa assim a reportagem do jornalista João de Almeida Dias, publicada no Observador no dia 20 de dezembro de 2014 e que esta quinta-feira foi premiada pela UNESCO.

O trabalho recebeu o primeiro prémio de Jornalismo Direitos Humanos & Integração na categoria de Imprensa Escrita. A concurso, na mesma categoria, estavam dois trabalhos do jornal Público, um da revista Visão e um quarto da Agência Lusa.

O prémio na categoria de Televisão foi atribuído à peça “Os Nossos Filhos da Ucrânia”, transmitida na SIC e da autoria de Carlos Rico, Carlos Morais e António Soares. Na categoria de Rádio, o trabalho distinguido foi a reportagem “Som da Rua”, da TSF, de Raquel de Melo e Joaquim Dias.

A cerimónia de entrega dos prémios teve lugar no Palácio das Necessidades, em Lisboa.

O Prémio de Jornalismo Direitos Humanos & Integração é uma iniciativa da Comissão Nacional da UNESCO que visa reconhecer o trabalho desenvolvido por profissionais da comunicação social, a nível nacional, em prol dos direitos humanos e das liberdades fundamentais. O Prémio é atribuído ao melhor trabalho realizado, no ano anterior, por profissionais da comunicação social nas suas diversas modalidades – meios audiovisuais, rádio e imprensa escrita.