separador_natal_norte

Estamos habituados a pensar em t-shirts às riscas, calções curtos e óculos de sol quando pensamos na música d’Os Capitães da Areia. O concerto que a banda da editora Amor Fúria dá este sábado no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, vai aquecer as temperaturas e provar que as melodias leves e festivas não se vão embora com o verão. Os bilhetes a dois euros também nos aquecem o coração.

Natal é sinónimo de frio, de decorações de Natal por todo o lado e também da chegada em força das companhias russas de bailado. A Casa das Artes de Famalicão, por exemplo, recebe este sábado às 21h30 “O Quebra-Nozes“, da Russian Classical Ballet, baseado no conto de E.T.A. Hoffmann. Com música original de Pyotr Ilyich Tchaikovsky e coreografia dos eternos Marius Petipa e Vasily Vainonen, entrar no mundo de Clara e Fritz custa 18 euros.

Quando a noite (e o dia) do Porto não tinham um terço da animação atual, o Plano B estava ali, de portas abertas, na Rua Cândido dos Reis. Há nove anos que é assim. Para lhe prestar homenagem, nada melhor do que ir até ao bar na sexta-feira (JackYaBody, Pixel82, Gusta-vo e João Semedo) e sábado (Álvaro Costa e Miguel Quintão nos discos). Em ambas as noites, a entrada custa cinco euros consumíveis.

capitaes da areia

Os Capitães da Areia cobrem-se com casacos quentes mas não escondem os sons de verão. ©Reinaldo Rodrigues / Global Imagens

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ali perto, junto a São Bento, a Gare Porto recebe mais uma das festas épicas Thug Unicorn. Sexta-feira, a partir das 23h30, o melhor e o pior da música juntam-se, pelas mãos de Luísa Cativo, Supa, Jackie e Tânia Pena. As pilhas duram há três anos e até já se deslocou até ao Milhões de Festa, em Barcelos. Se ainda não conhece, eis a oportunidade. A entrada custa cinco euros e até à uma da manhã dá direito a uma cerveja.

Atenção, pequenos dragões. O Museu do FC Porto vai pôr os mais novos a fazerem postais 3D para o Natal, domingo às 10h30. Para além de pagarem a entrada da criança (7,50 euros), os pais e os avós também podem interagir na atividade.

Auschwitz: Marca(s) de uma herança 70 anos depois” é a exposição que inaugura no Museu Nacional de Imprensa, no Porto, esta sexta-feira às 18h. São cerca de 20 fotografias do jornalista David Araújo, completadas com a apresentação de uma entrevista a Leon Weintraub, um dos sobreviventes de Auschwitz, assinada pelo autor e pela jornalista Sandra Sá Couto. Para ver todos os dias, entre as 15h00 e as 20h00. A entrada no museu custa dois euros

O NOS Club volta a tomar conta da Casa da Música, no Porto. Sábado será feito de De-Phazz e Deau, We Trust e X-Wife, Peter Kruder, sem esquecer a revelação DJ Firmeza e os emergentes Savanna e Chibazqui, entre outras novidades. Bilhetes entre os cinco e os 12 euros. Para mais concertos, o melhor é consultar a nossa agenda semanal.

separador_natal_centro

Em Belmonte já começou a Festa das Luzes, que assinala a festa judaica Hanukkah. Até à próxima segunda-feira, acendem-se as luzes comemorativas e organizam-se algumas iniciativas, como a oficina de chás que apresenta o chá kosher, sábado às 15h00, no Museu Judaico (inscrição obrigatória). O encerramento faz-se com o espetáculo de fogo “Or Olam”.

O Salão Brazil, em Coimbra, recebe no fim de semana um homem orquestra chamado David Santos, mais conhecido por Noiserv. Os concertos de sexta-feira e sábado esgotaram, mas ainda há bilhetes para domingo, às 17h00. Os bilhetes custam 10 euros.

O Fora do Lugar – Festival Internacional de Músicas Antigas está quase a terminar em Idanha-a-Nova. Se ainda não foi a nenhum espetáculo, eis as derradeiras oportunidades. Na sexta-feira, às 21h30, o guitarrista Pedro Jóia e o Quarteto Arabesco propõem o espetáculo “Paixão Ibérica”, no Centro Cultural Raiano. O recital apresenta peças que vão desde Carlos Paredes a Luigi Boccherini e a Paco de Lucia. O Fora do Lugar encerra no dia seguinte à mesma hora, na antiga Sé Catedral de Idanha-a-Velha, com o concerto do italiano Marco Beasley “O Conto Da Meia-Noite”, uma jornada que vai da música antiga a canções folclóricas ancestrais. A entrada é gratuita.

Dança e um solo de malabarismo num só espetáculo. É assim “Bruit de Couloir“, que o bailarino e artista de circo Clément Dazin mostra em Viseu no sábado às 18h00, a todos os que queiram ver, desde que tenham mais de oito anos de idade. E entre cinco e dez euros no bolso.

separador_natal_sul

Começa a tornar-se um hábito bonito. Quando o Natal se aproxima, sabemos que no Arco da Rua Augusta há à nossa espera um espetáculo de video mapping, técnica que consiste na projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares. O tema deste ano é “As Portas Encantadas” e a promessa é a de se contarem histórias de Natal em 25 momentos distintos, com ele­men­tos como um cas­telo de doces, cai­xas de música, meias de cro­ché pen­du­ra­das, uma cas­cata de bolas de Natal, glo­bos de neve e car­ros­séis antigos, adianta a EGEAC. O­ espetáculo, pro­du­zido pela Oskar & Gaspar, dura 15 minu­tos e pode ser visto gratuitamente até 20 de dezembro, às 19h00, 20h00 e 21h00.

Magazino é DJ há 20 anos. Para assinalar a data, desafiou-se a pôr cerca de 250 discos de vinil ao longo de 20 horas, a começar sexta-feira bem cedo e terminando às seis da manhã de sábado. Quem quiser pode seguir a odisseia via streaming, mas o melhor é ir até ao Station, no Cais do Sodré, para dançar. Para conseguir uma entrada, deixe uma mensagem no evento a dizer que quer ir.

O S. Luiz vai ser o destino de muita gente este fim de semana. A primeira atração chama-se “Caixinha de Música” e é protagonizada por Gisela João, quinta, sexta e sábado às 21h00. A fadista de Barcelos vai cantar, acompanhada por uma banda, Nick Cave, Amy Winehouse, Ella Fitzgerald, Serge Gainsbourg, Brian Ferry e até Frank Sinatra, numa altura em que passam 100 anos sobre o nascimento do autor de “My Way”. Do Porto chega Capicua, autodenominada “mc militante”, que já dispensa apresentações aos adultos. Talvez por isso, o espetáculo “Mão Verde”, que apresenta no Teatro Estúdio Mário Viegas, entre quinta-feira e domingo, se destine às crianças, feito em torno de lengalengas. Pedro Geraldes, dos Linda Martini, vai acompanhar na guitarra.

Capicua vai estar no S. Luiz até domingo com um espetáculo para crianças. Para a semana é a vez dos adultos. ©Miguel Refresco / Divulgação

Por falar em Frank Sinatra, o centenário assinala-se no Centro Cultural de Belém com um encontro de homenagem, sábado às 18h00. Cruzam-se música (Miguel Guedes na voz, Bruno Macedo na guitarra e Joaquim Rodrigues ao piano interpretam alguns temas), imagens (com exibição de excertos de filmes) e memórias de vida numa conversa moderada pelo jornalista Nuno Galopim, com a participação de João Lopes, Jorge Costa Pinto, Miguel Guedes e Ruben de Carvalho. A entrada custa 10 euros.

Lembra-se do Hugo Rosa, concorrente do “Got Talent Portugal”? Ele quer mostrar que é muito mais do que “o gajo dos cartazes” e vai dar um espetáculo de stand up comedy esta sexta-feira, às 22h00, no Lx Comedy Club, em Lisboa. Os bilhetes custam 10 euros.

O Teatro da Comuna, em Lisboa, acolhe a estreia do espetáculo “Boca a Boca: Um Solo para Gregório“, dedicado ao primeiro poeta brasileiro Gregório de Matos (1636-1696), contemporâneo do Padre António Vieira. O guião e a direção são de João Sanches e a interpretação é do ator Ricardo Bitencourt. A poesia em forma de teatro pode ser vista sexta-feira e sábado às 21h30 e domingo às 18h00, com bilhetes entre os cinco e os 7,50 euros.

O Parque da Liberdade e todo o Centro Histórico de Sintra estão transformados num Reino de Natal. Até 23 de dezembro, os visitantes podem ir ao Palácio Valenças assistir a animação histórica e saber como é que a primeira árvore de Natal chegou ao país, visitar o Bazar de Natal no Terreiro Rainha Dona Amélia em frente ao Palácio Nacional de Sintra e, quem sabe, encontrar entre os muitos produtos artesanais e livros a prenda de Natal para alguém. No NewsMuseum os mais novos vão poder gravar uma reportagem “a partir do Pólo Norte” num telejornal de brincar apresentado por um jornalista. Para conhecer às quintas, sextas-feiras e dia 7 de dezembro das 8h30 às 17h30, sábados, domingos, feriados, dias 21, 22 e 23 de dezembro, das 11h00 às 19h00.

Se as crianças lá de casa se sentem fascinadas pelos filmes da “Guerra das Estrelas” e pelo Espaço, uma ida ao Centro de Ciência Viva do Algarve no sábado, às 15h00, é uma boa ideia. O título diz tudo: “Star Wars – Ciência por trás da ficção” vai explicar como funcionam os veículos e a tecnologia que vemos no cinema, mas também explorar estrelas, planetas e luas. Entrar nesta aventura espacial custa quatro euros.