Pelo menos 12 pessoas morreram e 50 ficaram feridas num atentado à bomba na localidade de Parachinar, na região tribal noroeste do Paquistão, revelaram fontes oficiais.

Um médico do hospital para onde os feridos foram transportados indicou que muitos se encontram em “estado crítico”, podendo vir a subir o número de mortos. A explosão ocorreu no mercado de roupa usada Eid Gah de Parachinar, capital da região tribal de Kurram, segundo um funcionário do Governo local, Naik Muhammad Khan.

A mesma fonte indicou que os suspeitos foram detidos e que as autoridades desconhecem se se tratou de um atentado suicida ou de uma bomba colocada no mercado. O ataque, ainda não reivindicado, já foi condenado pelo primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, em declarações às televisões locais. Parachinar é um cenário habitual de atos violentos por parte de grupos rebeldes locais.