Há quase 2015 anos uma estrela guiava os reis magos em direção ao filho de Deus que acabava de nascer. Belchior, Baltazar e Gaspar pegaram em ouro, incenso e mirra e, seguindo o astro, chegaram até ao local onde se encontrava o recém-nascido Jesus para lhe entregar as oferendas. Assim reza a lenda. Este Natal não vai haver uma estrela no céu a guiar reis. Mas vai haver um satélite natural a iluminar, mais do que o comum, a noite de Natal de 2015. Mais concretamente a lua. E este é um fenómeno que não acontece desde 1977.

Conta a ABC que um porta-voz da NASA confirmou que no dia 25 de dezembro vai ocorrer uma lua cheia e que esta situação só vai ser possível ver novamente apenas em 2034.

Todos os anos no mês de dezembro ocorre um fenómeno de lua cheia, mas em específico no dia de Natal é algo raro. Mas, ao contrário da Estrela de Belém que guiou os reis magos, a lua não tem nenhum significado religioso ou místico. É apenas ciência.