Chama-se Mireia Lalaguna Royo e é a primeira espanhola a ganhar o título de Miss Mundo. A coroação aconteceu este sábado na ilha chinesa de Sanya na última fase do concurso, edição de 2015. Lalaguna é uma modelo de 23 anos proveniente de Barcelona. É licenciada em farmacologia e tem intenções de seguir um mestrado em nutrição.

Em segundo e terceiro lugar, respetivamente, ficaram as candidatas da Rússia, Sofia Nikitchuk, e da Indonésia, Maria Harfanti. Em competição estiveram um total de 114 mulheres — cada uma delas representou o país de origem em diversas competições locais e regionais. O top cinco fica ainda completo com a representante da Jamaica, Sanneta Myrie, e do Líbano, Valerie Abou.

A vencedora de um dos títulos mais cobiçados no universo da beleza recebeu a coroa das mãos de Rolene Strauss, a sul-africana que na edição anterior se sagrou Miss Mundo. O reinado daquela que a partir de agora é considerada a mulher mais bonita do mundo tem uma duração de 12 meses, período durante o qual terá a missão de viajar pelo mundo no sentido de colaborar com obras beneficentes, escreve a Lusa.

De referir que o evento ficou marcado por alguma controvérsia, uma vez que a China recusou a participação da Miss Canadá. Anastasia Lin, de origem chinesa, viu o seu visto ser recusado na altura de embarcar no voo que ligava Hong Kong a Sanya. Segundo a Associated Press, Lin é uma conhecida crítica da repressão do governo Chinês à liberdade religiosa.

Esta foi a 65º edição do mais antigo concurso de beleza. A primeira Miss Mundo, há 64 anos, foi britânica.