O futebolista português Cristiano Ronaldo encontrou-se sexta-feira com uma criança libanesa, que ficou órfã no atentado de Beirute no mês passado, informou o Real Madrid.

“Haidar, um menino de três anos cujos pais perderam a vida, em novembro, em Beirute, viu hoje o seu sonho realizado, ao encontrar-se com o seu ídolo, Cristiano Ronaldo”, divulgou o clube madridista na sua página oficial.

No estádio Santiago Bernabéu, a criança recebeu das mãos do presidente Florentino Perez uma camisola ‘blanca’ com o seu nome e o número sete, usado pelo internacional português.

Haidar estará também no jogo de domingo do Real Madrid com o Rayo Vallecano.

“Depois do violento atentado de novembro na capital libanesa, a história do pequeno Haidar, um sobrevivente fotografado com uma camisola do Real Madrid, tocou o Mundo”, recorda a nota do clube, que explica que desde aí não os madridistas não pouparam esforços para ajudar a criança a realizar o sonho de conhecer Ronaldo.

O atentado de 12 de novembro, reivindicado pelos ‘jihadistas’ do Estado Islâmico num bastião do grupo xiita libanês Hezbollah na zona sul de Beirute, causou 44 mortos.