O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) adotou, por unanimidade, uma resolução de apoio ao futuro governo líbio de união nacional, previsto pelo acordo de Skhirat (Marrocos).

O embaixador britânico Matthew Rycroft, que apresentou a resolução estimou que o Conselho tinha assim dado “um sinal forte do seu compromisso em favor da soberania, integridade territorial e unidade” do país.

Mas destacou que isto era “apenas o início de um processo”. Apelou às fações líbias que ainda não assinaram o acordo para que “o apoiem e trabalhem com o governo de união”.

A resolução “saúda a assinatura em 17 de dezembro do acordo político líbio de Skhirat (em Marrocos) que prevê a formação de um governo de entendimento nacional” baseado em Tripoli.

A resolução solicita ao Conselho da Presidência, criado pelo acordo entre as fações líbias, que “se empregue num prazo de 30 dias” a constituir o novo governo e a criar as “disposições de segurança” necessárias para estabilizar a Líbia.