[jwplatform Vx1KzlZq]

Em território turco os contrabandistas entregaram o governo do barco de pesca a um emigrante iraniano e este dirigia-se — com outras 61 pessoas a bordo — para uma zona rochosa onde não havia condições para atracar a embarcação e fazer desembarcar emigrantes e refugiados em segurança.

A Polícia Marítima [PM] decidiu aproximar-se da embarcação, abordá-la e levá-la até ao porto de Molivos, onde todos desembarcaram em segurança. O barco de pesca foi governado por um dos três elementos da PM que se encontrava na patrulha, auxiliado por um segundo membro da equipa, tendo a embarcação TEJO acompanhado de perto todo o trajeto e mantendo o contacto via rádio com os dois elementos da equipa.

No total foram resgatados 21 bebés e crianças, 19 mulheres e 22 homens. A PM vai manter o seu apoio à Guarda-Costeira grega, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de setembro de 2016.