O treinador português Pedro Caixinha, 45 anos, assinou hoje um contrato válido por época e meia com o Al-Gharafa, equipa da primeira divisão de futebol do Qatar.

Pedro Caixinha, que nos últimos quatro anos treinou os mexicanos do Santos Laguna, assume o comando técnico do Al-Gharafa com o objetivo de devolver ao clube o título nacional, que lhe escapa desde a época de 2009/2010.

O técnico, que como treinador principal em Portugal orientou a União de Leiria, em 2010/2011, e o Nacional, em 2011/2012, conquistou ao serviço do Laguna três títulos: uma liga mexicana (clausura), uma taça mexicana (apertura) e um título de campeão dos campeões do México.

Na conferência de imprensa de apresentação, Caixinha mostrou-se feliz por ter assumido um clube como o Al-Gharafa e com a boa receção de que foi alvo.

“Eu já tenho experiência de trabalho no Golfo, que torna mais fácil para mim a tarefa. Agora não quero olhar para o passado recente, mas sim para um passado mais distante, no qual o clube teve muitas conquistas”, sublinhou o técnico.

Pedro Caixinha, que já orientou hoje o primeiro treino do seu novo clube, referiu ainda: “O mais importante agora é colocar a equipa no caminho certo e é isso que prometemos aos adeptos e administração do clube, mas tudo isso não acontecerá sem trabalho.”

O técnico referiu que já era um seguidor da liga do Qatar, mas que nos últimos tempos acompanhou com mais atenção o Al-Gharafa, para poder mais rapidamente se identificar com a equipa.

A nova etapa de Pedro Caixinha arranca oficialmente já no sábado, quando o Al-Gharafa, atual 10.º classificado, se deslocar a casa do Al-Mesaimeer, 14.º e último classificado da prova, em jogo da 15.ª jornada.