As ruas de Nova Deli estavam interditas, nesta sexta-feira, a mais de um milhão de viaturas privadas, com a capital indiana, a mais poluída do mundo, a experimentar o método da circulação alternada. À luz desse sistema, que arrancou às 08h00 (02h30 em Lisboa), e que vai durar até 15 de janeiro, as viaturas privadas com matrículas ímpares circulam nos dias ímpares e aquelas que ostentam números pares são autorizadas a circular durante os restantes dias da semana.

A restrição aplica-se entre as 08h00 e as 20h00, à exceção de domingo. De fora da interdição ficam nomeadamente as mulheres solteiras, bem como os veículos de duas rodas que contribuem para grande parte da poluição ambiental na capital indiana. Nova Deli indicou que a medida pode vir a ser generalizada caso a experiência que agora se inicia tenha resultados satisfatórios.

A medida, anunciada no início de dezembro, visa responder à crescente preocupação relativamente aos níveis de poluição, dez vezes mais elevados do que os fixados pela Organização Mundial de Saúde. Um estudo realizado em 2014 pela agência da ONU em 1.600 cidades do mundo revelou que Nova Deli detém a mais elevada concentração anual de partículas finas PM 2,5.

Estas partículas, que se instalam no fundo dos pulmões e podem passar para a corrente sanguínea, são responsáveis por taxas mais elevadas do que a média de bronquites, cancros do pulmão e doenças cardíacas. Mais de 8,5 milhões de veículos circulam nas ruas de Nova Deli, aos quais se juntam 1.400 novas viaturas diariamente. Os níveis de poluição aumentam ainda mais no inverno, dado que milhares de indianos acendem as suas lareiras para se aquecerem.