O Chelsea voltou, este domingo, quatro meses depois de o ter conseguido, a vencer fora na Liga Inglesa de futebol, ao bater o Crystal Palace por 3-0, no Selhurst Park, em Londres, em jogo da 20.ª jornada.

Foi um jogo de ‘recordes’ para a formação agora treinada pelo holandês Guus Hiddink, com o Chelsea a conseguir também o resultado mais dilatado desta época na Liga e a melhor série de jogos sem perder (dois triunfos e dois empates).

Os ‘blues’ marcaram por Oscar (29 minutos), Willian (60) e Diego Costa (66), conseguindo o resultado mais robusto, apenas batido pelos 4-0 impostos nos dois jogos da Liga dos Campeões ao Maccabi Telavive.

É preciso também recuar até 23 de agosto, num jogo em casa do West Bromwich (3-2), na terceira jornada, para lembrar a última vez que o campeão inglês tinha vencido um jogo da liga fora do seu terreno, ainda sob o comando de José Mourinho, que foi despedido a 17 de dezembro.

Numa das piores épocas do Chelsea nos últimos tempos, o triunfo teve ainda a importância de afastar a equipa um pouco mais da zona de despromoção, aumentando para seis pontos a diferença para o primeiro na zona de descida (Newcastle), e de colocar os ‘blues’ (14.º) a dez pontos da zona europeia.

Numa tarde feliz para a equipa, a má notícia acabou por ser a lesão do belga Eden Hazard, considerado no último ano o melhor jogador da Liga, que saiu aos 15 minutos.

A jornada da liga inglesa, que passou no sábado a ter o Arsenal como líder isolado, prossegue este domingo com a receção do Everton (11.º) ao Tottenham (4.º).