Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

É quase certo que fez a contagem decrescente para um novo ano cheio de esperanças renovadas e sonhos recalculados. O que apostamos que não sabia é que, quando baixou do número dez, ficou perante um problema para lhe dar dores de cabeça. Quem o escreve é o The Guardian: o matemático Alex Bello, que escreve regularmente para o jornal britânico e testa os leitores com novos desafios, tem um novo mistério por resolver. Ora veja.

10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 = 2016

Esta é uma equação matemática. O resultado até já está devidamente colocado: o que falta são os sinais matemáticos. O que Alex Bello vem pedir é que coloquemos sinais aritméticos nos espaços entre os números de modo a que o resultado final seja “2o16”. Só pode usar os quatro básicos: soma (+), subtração (-), divisão (:) e multiplicação (x). Pode também utilizar parêntesis para indicar prioridades, se for necessário. E ainda raízes quadradas, potências e uma panóplia enorme de outras possibilidades, se quiser muito mostrar a sua aptidão. O importante é que não altere a ordem dos números. E que se divirta, pede o matemático.

A quem conseguir descobrir o maior número de combinações de símbolos capazes de preencher corretamente a equação matemática, Alex Bello promete oferecer a cópia de qualquer um dos livros publicados pelo cientista. Basta que lhe mostre as suas contas pelo Twitter ou por e-mail de acordo com as indicações do The Guardian. Pegue na folha e na caneta.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR