O Presidente norte-americano, Barack Obama, regressou hoje a Washington, depois das suas férias de Natal, para iniciar o último ano de mandato com o desafio de controlar a venda de armas por decreto. Barack Obama vai reunir-se na terça-feira com a responsável pela pasta da Justiça, Loretta Lynch, para examinar possíveis opções.

Na quinta-feira, vai ao canal de televisão CNN responder a perguntas do público. A Casa Branca tem, até agora, permanecido em silêncio sobre os planos para controlar a venda de armas. Mas a principal medida poderá implicar uma exigência para verificar históricos judiciais e psiquiátricos antes de ser realizada qualquer venda.

Em muitos locais dos Estados Unidos, incluindo feiras, é possível adquirir uma arma sem ser necessário verificar se o armeiro está aprovado pelas autoridades federais. Cerca de 90 pessoas morrem diariamente nos Estados Unidos devido a armas de fogo. Todos os adversários de Barack Obama prometeram já anular qualquer medida sobre o tema.