Depois da Caixa Geral de Depósitos e do Novo Banco terem aumentado a anuidade dos cartões multibanco para 18 e 17 euros, respetivamente, no início do ano, a associação de defesa do consumidor Deco vem contestar o aumento que considera exagerada, segundo noticia a TSF.

“A inflação de 2015 ficará à volta de 1% e estamos a falar de aumentos de 20%, que não são minimamente adequados ao que é a natural evolução dos preços”, disse à TSF o economista da DECO Nuno Rico.

Embora se referisse especificamente às anuidades dos cartões, Nuno Rico disse que nos últimos anos os tarifários dos produtos bancários têm tido sempre uma subida acima da inflação e que por isso defende a criação de “um teto máximo de aumento”.

Por sua vez, a Caixa Geral de Depósitos explicou à TSF que “o acréscimo de 3 euros no valor da anuidade dos cartões de débito enquadra-se no habitual processo de atualização de preçário que ocorre todos os anos”.