500kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Na Basílica de S. Pedro, nu, a gritar "sou brasileiro"

Este artigo tem mais de 5 anos

É um enfermeiro de 44 anos, italiano mas com origens brasileiras. Foi apanhado nu, na Basílica de S. Pedro (Vaticano), a gritar em italiano: "Queridos irmãos e irmãs, sou brasileiro".

As autoridades do Vaticano afirmam que o homem é "demente"
i

As autoridades do Vaticano afirmam que o homem é "demente"

Retirada do Twitter: "Rus Khomutoff"

As autoridades do Vaticano afirmam que o homem é "demente"

Retirada do Twitter: "Rus Khomutoff"

Luís Carlos Giampaoli é um enfermeiro italiano, com origens brasileiras, de 44 anos. Ficou famoso por uma situação insólita: foi apanhado a passear nu pela Basílica de São Pedro, no Vaticano, apresentando-se (literalmente) de braços abertos aos que ali se encontravam: “queridos irmãos e irmãs, sou brasileiro”, dizia em italiano.

Giampaoli, que segundo o Daily Mail se chama a si mesmo Cherubino (termo bíblico italiano para querubim), foi detido pelas forças de segurança do Vaticano, e encontra-se na ala psiquiátrica do hospital Santo Spirito, de Roma.

Segundo o Daily Mail, Luís Giampaoli terá entrado na Basílica vestido, e só lá dentro decidiu despir-se: ter-se-á escondido num canto e despedido, aparecendo depois quase como veio ao mundo, apenas de meias e mochila às costas, para surpresa dos turistas que visitavam a Basílica. Ora veja o vídeo, devidamente censurado:

Loja Observador Lifestyle

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.