O primeiro-ministro português, António Costa, visita Cabo Verde nos dias 19 e 20 de janeiro, disse à agência Lusa o seu homólogo cabo-verdiano, José Maria Neves.

“O primeiro-ministro de Portugal fará a sua primeira visita ao estrangeiro, a Cabo Verde, e estará aqui nos dias 19 e 20 de janeiro. Estamos a preparar um programa para que esta visita seja importante e contribua para reforçar ainda mais as relações entre Cabo Verde e Portugal”, disse José Maria Neves.

O chefe do Governo cabo-verdiano, que falava à Lusa no concelho de Santa Catarina, durante uma visita a estradas danificadas por chuvas na ilha de Santiago, adiantou que a vista do homólogo português será também um “contributo” para o reforço da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da parceria entre Cabo Verde e a União Europeia.

José Maria Neves disse que os dois governantes vão lançar as bases para a discussão do terceiro Programa Indicativo de Cooperação (PIC) entre os dois países para os próximos quatro anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O segundo PIC para o quadriénio 2012-2015, no valor de 56 milhões de euros, inferior aos 70 milhões de euros do anterior, foi assinado em agosto de 2012 pelos então ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, e das Relações Exteriores de Cabo Verde, Jorge Borges.

A última vez que o agora primeiro-ministro português esteve em Cabo Verde foi em janeiro do ano passado, na qualidade de secretário-geral do Partido Socialista (PS), para participar no XIV Congresso do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV, no poder).

Foi durante o congresso que José Maria Neves deixou formalmente a liderança do PAICV, que detinha desde 2000, mantendo-se, porém, à frente do Governo até ao final da legislatura, no primeiro trimestre deste ano.

A liderança do partido no poder em Cabo Verde foi assumida pela ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, Janira Hopffer Almada, eleita a 14 de dezembro de 2014, e que é agora candidata a primeira-ministra nas eleições legislativas marcadas para 20 de março.