A candidata presidencial apoiada pelo BE, Marisa Matias, disse nesta terça-feira que concorre a Belém “por amor” e não por interesse, acreditando que pode haver uma Presidente da República “livre dos interesses que põem em causa a independência” de Portugal.

Marisa Matias discursava num jantar comício com o qual fechou o terceiro dia de campanha em Leiria, no qual apelou a que todos os candidatos e candidatas às eleições de dia 24 de janeiro se apresentem com a cara que têm “e não com uma cara de ocasião”.

“Candidato-te porque acredito que pode mesmo haver uma Presidente livre dos interesses que põem em causa a independência do nosso país. Eu não me candidato por interesse e não sendo por interesse só pode mesmo ser por amor”, enfatizou, num discurso em que defendeu que “fazer do combate à corrupção uma generalização é exatamente o que favorece os corruptos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR