O Estado Islâmico traduziu e voltou a publicar um folheto que já havia sido usado pela al-Qaeda, que serve de manual de instruções, conta o Telegraph. Os conselhos visam os lobos solitários ou células pequenas, e vão desde estratégias de segurança a dicas de moda, com o fim de os militantes se misturarem com populações ocidentais.

Esta publicação — “Safety and security guidelines for lone wolf mujahideen and small cells” — é um livro de instruções para ajudar os seus militantes a surpreender o inimigo, ensinando-os a fintar as agências de segurança. “Qualquer operação que não tenha uma base sólida de segurança e precaução está destinada ao fracasso, assim como um grande edifício necessita de sólidas fundações”, pode ler-se no documento.

Embora não haja explicação, para já, para o ressurgimento do folheto, o Telegraph faz uma ligação que poderá ajudar a compreender a situação: David Cameron, o primeiro-ministro inglês, revelou em novembro que os serviços secretos daquele país travaram sete atentados terroristas durante 2015. O diário inglês informa ainda que esse folheto fornece uma lista com opções de software de encriptação para os militantes protegerem a informação que fazem circular. Quanto a documentos em papel, como carta de condução, passaporte e bilhete de identidade, os jihadistas devem colocar o mesmo nome em todos eles.

“Use um perfume com álcool genérico como toda a gente”

Mais surpreendente são as dicas de moda. Os militantes que se querem misturar com as populações locais devem “não parecer-se como muçulmanos”, algo que passa por ações como fazer a barba, usar roupas ocidentais e não ir a mesquitas com frequência.

Depois entramos noutro campeonato, um tanto mais fashion: “As cores [da roupa] devem combinar. Usar uma camisola amarela ou vermelha com calças pretas fará com que reparem que não costuma usar esse tipo de roupa. Não necessita também de vestir roupas novas, pois pode ser suspeito. Alguns irmãos gostam de comprar a roupa toda nova, desde cima até baixo, incluindo os sapatos, mas isso trará muita atenção.”

Com o perfume, idem. “Se quer usar perfume durante a viagem, não use daqueles oleosos e sem álcool que os muçulmanos usam. Use um perfume com álcool genérico como toda a gente, e se for homem, use perfume de homem.”