Austrália

O momento enternecedor de pai e filho na morte da mãe canguru

8.441

Um fotógrafo captou o momento em que um macho e a cria de uma canguru se despedem dela à beira da morte. Evan Switzer garante que em dez anos de passeios na Austrália, nunca tinha visto nada assim.

O fotógrafo Evan Switzer captou o momento em que um canguru macho e uma cria se despediam de uma canguru fêmea no leito da morte. Tudo aconteceu na Austrália, à sombra de uma mangueira: a fêmea estava prestes a morrer, por isso o macho e a cria aproximaram-se e agarraram a canguru “como se ele a quisesse levantar e perceber o que estava a acontecer com ela”, explica o fotógrafo ao Telegraph.

O momento enternecedor aconteceu na segunda-feira de manhã. Switzer passeava numa propriedade em River Heads, Queensland, e garante que “foi um momento muito especial, ele estava a fazer o luto da companheira que partia”, descreve o fotógrafo. Enquanto isto acontecia, a cria ficou por perto de ambos os cangurus adultos em posição de proteção. Depois da morte da fêmea, o macho permaneceu ao lado dela como que “a guardar o corpo”: sempre que outros cangurus se aproximavam, ele ameaçava-os.

“Nunca tinha visto nada assim”, afirma Eva Switzer, que passeia naquelas zonas quase todos os dias nos últimos dez anos. Veja as imagens na fotogaleria.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)