O Irão anunciou este sábado a libertação de quatro norte-americanos, sendo um deles um jornalista do Washington Post, conta o New York Times. A troca de prisioneiros entre Irão e Estados Unidos terá surgido na sequência do acordo alargado entre o primeiro e o Ocidente, que culminará no levantamento das sanções económicas aplicadas aos iranianos.

Enquanto o Irão libertou quatro norte-americanos com nacionalidade iraniana, os Estados Unidos terão libertado sete iranianos. Jasos Rezaian, jornalista do Washington Post, Amir Hekmati, um fuzileiro veterano, e Saeed Abedini, um padre, são os nomes que, para já, se conhecem. Ficando assim a faltar conhecer a identidade da quarta pessoa.

Rezaian, de 39 anos, chefiava a redação do Washington Post em Teerão. Em julho foi detido, acusado de espiar o programa nuclear do Irão, assim como de recolher informação sobre violações das sanções internacionais. O jornalista seria condenado em outubro. Sensivelmente três meses depois, Rezaian volta a sentir o sabor da liberdade.