Uma nova avalanche nos Alpes provocou a morte de cinco militares franceses. Estavam em exercício na região de Valfréjus, Savoie. De acordo com a imprensa francesa, a avalanche terá acontecido às 13h de Portugal, mais uma hora em França.

O Le Figaro escreve que a avalanche aconteceu a mais de 2000 metros de altitude, onde se encontravam 51 militares, mas apenas 11 foram apanhados pela neve. Dois dos seis sobreviventes foram encontrados com sinais de hipotermia, enquanto os outros quatro sofreram ferimentos ligeiros. Foram enviados para o hospital de Saint-Jean-de-Maurienne e para Grenoble.

Os militares faziam parte do 2º Regimento Estrangeiro de Engenharia, sediado em Saint-Christol. O ministro da Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, vai visitar o local na terça-feira de manhã. O primeiro-ministro Manuel Valls também já se pronunciou nas redes sociais: “o nosso país está de luto após a morte de cinco dos nossos legionários nos Alpes. Os pensamentos vão os feridos, famílias e irmãos de armas”, escreveu no Twitter.

Este acidente acontece cinco dias depois de uma outra avalanche ter matado três pessoas (dois estudantes e um turista ucraniano) e ter ferido gravemente outras três pessoas: o professor e dois estudantes do grupo escolar do Liceu Saint-Exupéry (Lyon) que visitava o local naquele dia.