Um bombista suicida fez-se explodir junto a um posto de controlo policial no Paquistão vitimando pelo menos 10 pessoas e ferindo mais de 20.

O atacante conduziu a sua moto contra a barreira policial na aérea de Jamrud, no agrupamento das aéreas tribais administradas federalmente, contou o oficial do governo local, Munir Khan, à Agência Reuters: “Ele estava a guiar a moto cheia de explosivos e atingiu o posto de controle e o veículo do oficial”.

Entre os mortos estarão pelo menos 5 polícias incluindo o oficial cujo veículo foi atingido pelo bombista para além de um jornalista.

A zona onde ocorreu este último ataque tem sido palco de um redobrado esforço de combate aos talibãs paquistaneses e a outros grupos armados – ao longo da fronteira com o Afeganistão. Esta intensificação surgiu no rescaldo da morte de 150 pessoas, a maioria crianças, num ataque a um escola militar em dezembro de 2014.

Até agora nenhum grupo reivindicou o ataque.