A Câmara Municipal do Porto vai analisar uma nova cedência de espaço para a sede da Associação de Turismo do Porto (ATP), passando esta a pagar uma renda de 100 euros em vez do valor estimado de 846.

De acordo com a proposta assinada pela vice-presidente da Câmara Municipal, Guilhermina Rego, a ATP está localizada há vários anos no imóvel da rua da Ribeira Negra, propriedade do município, tendo o anterior “título formal de cedência” das instalações cessado no passado dia 23 de setembro.

“O interesse público (…) evidenciado determina que o Município ceda este espaço pelo valor de 100 euros mensais e que para o espaço em questão corresponderia uma renda mensal no valor estimado de 846 euros, sendo assim atribuído, a título de apoio, um valor mensal de 746 euros, cuja totalidade do presente contrato perfaz os 17.904 euros”, pode ler-se no documento.

Assim, a proposta recomenda o apoio à ATP “através da cedência temporária” do imóvel “pelo valor de 100 euros mensais”.

A autarquia lembra que “fazem parte dos associados da ATP um conjunto de entidades públicas e privadas com interesse e responsabilidade no desenvolvimento da atividade turística no Porto e Norte de Portugal, assumindo atualmente a Câmara Municipal do Porto a presidência da direção”.

De acordo com a página daquela entidade, “a associação tem por fim desenvolver e promover externamente o Porto e Norte de Portugal como destino turístico, contribuindo decisivamente como catalisador da imagem de prestígio e notoriedade junto dos diversos mercados internacionais”.