A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou esta quarta-feira que terá voos diretos para Lisboa a partir de maio, os quais serão a sua primeira rota do Brasil para a Europa.

A empresa, propriedade de um dos acionistas da TAP, David Neeleman, informou, em comunicado, que já enviou às autoridades aeroportuárias brasileiras e portuguesas o pedido de autorização para a operação. A Azul também apontou que será a única empresa brasileira a operar voos sem escalas para Portugal.

“Estudamos constantemente nossa malha de voos e identificámos essa oportunidade pela grande conectividade no Brasil e na Europa”, explicou Antonoaldo Neves, presidente da Azul.

Segundo Neves, os voos para a capital portuguesa sairão de várias cidades brasileiras com conexão no aeroporto de Viracopos, que fica na cidade de Campinas, no estado de São Paulo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De Lisboa, haverá ligações para várias regiões da Europa por meio de um acordo de codeshare firmado entre a Azul e a TAP.

Em junho do ano passado, o consórcio Atlantic Gateway, liderado pelo empresário português Humberto Pedrosa, da HPGB, e por David Neeleman, fundador da Azul, venceu o processo de privatização da TAP e adquiriu 61% das ações da aérea portuguesa.

A Azul já mantém rotas internacionais do Brasil para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, e Caiena, na Guiana Francesa.