O Atlético de Madrid cedeu um comprometedor empate a zero, em casa, com o Sevilha, e deixou-se apanhar no comando da Liga espanhola de futebol pelo Barcelona, que à 21.ª jornada tem menos um jogo disputado.

Mesmo atuando com mais um jogador a partir dos 61 minutos, por expulsão de Vitolo, os ‘colchoneros’ foram incapazes de vencer o conjunto andaluz, no qual Daniel Carriço foi titular, e foram alcançados pelo ‘barça’, que na véspera bateu o Málaga (2-1) e passou a somar 48 pontos.

Um cabeceamento de Griezmann ao ferro foi o melhor que a equipa de Diego Simeone conseguiu, perante um adversário que também viu o treinador Unay Emery expulso por protestar o segundo cartão amarelo a Vitolo.

“A equipa fez um magnífico trabalho. O Atlético de Madrid é uma equipa muito difícil e era líder isolado até hoje. Trabalhámos muito e torámos-lhes o jogo difícil. Depois, com um jogador a menos foi complicado”, disse o defesa sevilhista Coke.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Real Madrid, que soma 43 pontos, pode encurtar distâncias para o rival da capital, caso vença na visita ao Bétis (19:30, horas de Lisboa).

Horas antes, o Athletic Bilbau goleou o Eibar, por 5-2, e subiu ao oitavo lugar com 31 pontos, enquanto o rival é sexto com 33, desperdiçando a derrota do Celta no sábado, com mais um ponto.