Quem pedir asilo em Cardiff, no país de Gales, terá de usar uma pulseira colorida para ficar identificado. A Home Office, que dá alojamento a quem requere asilo, está a entregar aos refugiados pulseiras coloridas que devem ser usadas sempre. A notícia é avançada pelo The Guardian. Clearsprings Ready Homes, outro espaço que dá alojamento em Cardiff , confirma a mesma medida.

Segundo o Telegraph, o “programa de dispersão do Governo” indica que os “clientes de pensão completa” que estejam a requerer asilo têm de usar as tais pulseiras para terem acesso às três refeições: pequeno-almoço, almoço e jantar.

A controvérsia vem no seguimento da polémica em Middlesbrough, em que já uma representante da Home Office sofria acusações de “ameças e abusos do estatuto de imigrantes” daqueles que pediram asilo. Eric Ngalle, um dos visados ouvidos pelo Guardian, conta ao jornal que passou um mês na Lynx House, em Cardiff, até conseguir o estatuto de refugiado. “Odiei usar as pulseiras e, quando às vezes me recusava a usá-las, não me deixavam comer”.

O ministro britânico da imigração, James Brokenshire, já lamentou a situação. “Estou muito preocupado com este assunto e já fiz chegar aos responsáveis da Home Office que vou conduzir uma audição à forma como os que pedem asilo são recebidos no nordeste”, garantiu.