Um “amigável” (um particular, vá) entre Boca Juniors e River Plate é uma daquelas ideias interessantes. Está ao nível de um coelho se regar com ketchup e entrar na jaula de um leão ou de um pára-quedista saltar de um avião… sem pára-quedas. Bom, vamos ao que interessa. Boca e River juntaram-se para mais um Superclásico e o balanço é curioso: um golo, cinco expulsões, nove amarelos e 40 faltas. O River venceu com um penálti de Pisculichi, após mão na bola de Tevez na área.

Este é porventura o clássico mais escaldante do mundo. É que os Lazio-Roma, Barça-Real, Celtic-Rangers e Brasil-Argentina não costumam ser tão quentinhos. De um lado, o do Boca, havia Jonathan Silva (ex-Sporting), Carlos Tevez e Pablo Osvaldo (ex-FC Porto), tudo bons rapazes, portanto. No River jogaram Lucho González (ex-FCP) e Rodrigo Mora (ex-Benfica).

https://www.youtube.com/watch?v=Q0ZvOmwZDnw

O festival começou logo aos 10′, com uma entrada arrepiante de Jonathan dos Santos, o ex-lateral do Sporting. O canhoto deu uma correria, esticou a perna e levantou o pé. Resultado: vermelho direto. “Senhoras e senhores, isto pode ser vermelho, ehhh! Vermelho! É vermelho direto!”, dizia o locutor da Fox Sports. A seguir foi Gino Peruzzi, depois de mais uma “carícia” num homem de branco. Daniel Diaz não foi simpático com o árbitro Patricio Loustau e também viu o vermelho, deixando o Boca reduzido a oito jogadores.

Os homens do River também perderiam a cabeça. Maidana não gostou das bocas de Carlos Tevez e encostou a cabeça na do avançado. A seguir ainda empurrou com as duas mãos o pescoço de Chávez. Pisculichi, o autor do único golo do duelo, também seria expulso na sequência dessa espécie de motim que se montou depois do sururu com Tevez.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Boca Juniors: Agustín Orion, Gino Peruzzi, Fernando Tobio, Daniel Díaz, Jonathan Silva, Marcelo Meli, Andrés Cubas, Pablo Pérez, Nicolás Lodeiro, Carlos Tevez, Daniel Osvaldo

River Plate: Marcelo Barovero, Gabriel Mercado, Jonatan Maidana, Eder Alvarez Balanta, Leonel Vangioni, Leonardo Ponzio, Lucho González, Rodrigo Mora, Leonardo Pisculichi, Ignacio Fernández, Lucas Alario

“Nenhum se comportou bem”, disse Tevez no final, aqui citado pela BBC, em relação ao episódio com Maidana. O ex-avançado da Juventus e Manchester United mencionou ainda o jogo contra o Racing Club, da semana passada, que terminou com uma derrota (2-4) e duas expulsões para o Boca Juniors. “Em quatro dias, cinco expulsões em dois jogos, temos de crescer”, alertou.

O Twitter foi reagindo, pois claro:

https://twitter.com/ElBarDeManoloOk/status/691085181004967936?ref_src=twsrc%5Etfw

https://twitter.com/AxelitoObregon/status/691097558568009728?ref_src=twsrc%5Etfw