Dark Mode 167kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Tiroteio em San Diego (Califórnia) parece ter sido falso alarme

O tiroteio reportado por uma testemunha em San Diego (Califórnia) parece ter sido falso alarme. Quem o diz é um comandante da Marinha. Contudo, as autoridades continuam as buscas.

i

FREDERIC J. BROWN/AFP/Getty Images

FREDERIC J. BROWN/AFP/Getty Images

Não foi encontrado nada que substancie os diparos que uma testemunha diz ter ouvido num hospital militar em San Diego, na Califórnia, afirmou um comandante da Marinha norte-americana, Curt Jones, que participa nas buscas feitas pelas autoridades. Contudo, estas levarão ainda “muito tempo a terminar”, segundo afirmou o próprio, citado pela CNN.

Os relatos de uma testemunha, que afirmou ter ouvido pelo menos três tiros no Edifício 26 do centro hospitalar, podem assim ter sio falso alarme. Esses relatos levaram a que os responsáveis do hospital militar tenham avisado sobre um possível tiroteio nesse edifício, apelando aos seus funcionários para “fugir, esconder-se ou tentar dominar o atirador”, na página de Facebook do Centro Médico.

**!ATTENTION!** An active shooter has just been been reported in building #26 at Naval Medical Center San Diego. All...

Publicado por Naval Medical Center San Diego (NMCSD) em Terça-feira, 26 de Janeiro de 2016

Na altura, os edifício foram bloqueados e colocados em confinamento, afirmou um empregado local, citado pela NBC San Diego. Dois agentes da Patrulha Rodoviária da Califórnia (a maior agência federal estadual norte-americana) foram vistos a entrar no complexo, após os relatos do tiroteio. Foram ainda vistos carros pertencentes a várias agências de segurança norte-americanas no exterior e um camião com uma equipa SWAT a entrar no complexo, relatou a NBC San Diego.

A cidade de San Diego alberga muitas instalações militares e o hospital em causa está localizado no parque Balboa, a cerca de 10 quilómetros da base naval.

Desde um tiroteio em 2013 nos escritórios da Marinha no centro da capital, Washington, que causou 12 mortos, meia-dúzia de tiroteios em bases daquela ramo das forças armadas ocorrem a cada ano, segundo o jornal Navy Times.

A mais recente situação deste género na Califórnia teve lugar a 02 de dezembro em San Bernardino, tendo causado a morte a 14 pessoas, naquilo que as autoridades descreveram como um ato terrorista de um casal radical, que abriu fogo num almoço de Natal para funcionários dos serviços de saúde locais.

O edifício em que o alegado atirador se encontraria fica junto a vários outros, entre os quais um ginásio e um centro para atividades recreacionais (que contém um ciber-café, uma sala de música e uma sala de cinema com capacidade para 25 pessoas).

Na sua página oficial, o Centro Médico Naval de San Diego descreve-se como “o maior e mais abrangente sistema de saúde militar do Oeste dos Estados Unidos”. Entre militares, civis e voluntários, o complexo hospitalar tem cerca de 6500 trabalhadores.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.