O Deutsche Bank anunciou hoje que registou um prejuízo recorde de quase 6,8 mil milhões de euros em 2015, um resultado que foi penalizado por custos de reestruturação avultados e perda de receita. De acordo com o banco alemão, as perdas depois de impostos no quarto trimestre de 2015 foram de 2,1 mil milhões de euros.

Em 2014, o Deutsche Bank registou um lucro de 1,7 mil milhões de euros.

Em comunicado, o presidente do Deutsche Bank, John Cryan, mostrou-se confiante de que conseguirá transformar o maior banco da Alemanha numa instituição “mais forte, eficiente e melhor”, se continuar com a aplicação disciplinada da estratégia definida pela atual administração.

O responsável falará hoje sobre estes resultados em conferência de imprensa.

A instituição prevê que o saneamento do banco terá em 2015 um custo que rondará os 1.000 milhões de euros.