Um homem com duas armas de fogo foi detido esta quinta-feira perto da Disneyland, em Paris, conta o Guardian. Segundo a imprensa francesa, o homem de 28 anos teria as armas numa mala e foi detido quando tentava entrar no hotel New York, perto do parque. O homem, já sob custódia, foi detido pela segurança do hotel, que detetou as armas através da máquina de raio-X.

A Associated Press noticiou pouco depois que a sua companheira também terá sido detida, informando ainda que o staff do hotel continuou em funções com normalidade após as detenções. Contudo, a informação veio a revelar-se precipitada: segundo a imprensa francesa, a mulher detida pelas autoridades foi libertada por se tratar da mulher errada. As autoridades francesas procuram ainda o paradeiro da companheira do homem, avançou o ministério do Interior do país, citado pela BBC.

A Euro Disney (empresa que gere o resort na Disneyland), pela voz da porta-voz, disse ainda não ter condições para comentar o incidente. Segundo a rádio RTL, citada pelo Guardian, o homem teria consigo ainda uma caixa com cartuchos e o Corão, o livro sagrado do Islamismo. A polícia terá avançado que o homem terá origens europeias e que os seus documentos indiciam que vivia em Paris. A sua identidade não era conhecida pelos serviços de segurança franceses, relata a BBC.

Uma fonte da polícia citada pelo Guardian terá referido que não há nenhuma ligação com terrorismo, e que o homem afirmou que transporta as armas por temer pela sua segurança. As autoridades estão a levar a cabo um interrogatório.

Durante esta manhã, à semelhança do que aconteceu na terça-feira, a polícia já havia sido enviada para garantir a segurança de seis escolas de Paris, nomeadamente os liceus Louis-le-Grand, Charlemagne, Condorcet, Hélène Boucher, Passy- Saint-Honoré e Victor-Hugo, após novas ameaças de bomba.

Em França, mantém-se o estado de emergência no país, decretado após os atentados de Paris, que provocaram a morte a 130 pessoas. Na passada sexta-feira as autoridades francesas prolongaram-no por mais três meses.