O rendimento real ‘per capita’ do agregado familiar na zona euro aumentou 0,5% no terceiro trimestre de 2015, face a uma subida de 0,1% no anterior e de 0,7 no período homólogo de 2014, divulga o Eurostat.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), o consumo real ‘per capita’ das famílias aumentou 0,4% entre julho e setembro de 2015, depois de ter estabilizado no trimestre anterior e aumentado 0,5% no período homólogo de 2014.

No que respeita à UE, o rendimento ‘per capita’ dos agregados familiares aumentou 0,4%, face a uma quebra de 0,1% entre abril e junho de 2015 e a uma subida de 0,7% no terceiro trimestre de 2014.

O consumo ‘per capita’ no conjunto dos 28 Estados-membros cresceu 0,7%, no terceiro trimestre do ano passado, em linha com a subida de 0,2% no trimestre anterior e de 0,6% no período homólogo.

O consumo real dos agregados familiares por habitante é definido como o rendimento bruto ajustado das famílias dividido pela população total.

O consumo real é definido como o consumo final dos agregados familiares, em termos nominais, dividido pela população total.

A ambos os indicadores são ainda aplicados os índices de preços.