Sociedade

25 mapas que mudam o olhar sobre o mundo

O mapa do cérebro, das primeiras linhas metropolitanas de Londres, das luzes que iluminam a Terra. Entre a cartografia e as simples representações, estes 25 mapas dão-lhe novas visões sobre o mundo.

A humanidade está em constante mudança. Nos tempos dos Descobrimentos, porque a toda a altura surgiam novos caminhos, novas espécies, novos percursos para conhecer, criaram-se novos mapas que deram a conhecer novos mundos ao Mundo. Agora porque nos movemos de outras formas, através das relações que mantemos além-fronteiras, nas redes sociais, nas novas tecnologias e na descoberta científica, guiamo-nos por outras representações.

Com a constante mudança, a orientação é essencial. Continuamos à procura de novos modos de encontrar pontos de referência. E é precisamente isso que estes mapas ilustram: desde os primeiros, desenhados quando ainda não conhecíamos a terra onde vivemos, até aos que agora mostram o volume de informação que insistimos em enviar de um lado para o outro do mundo, veja 25 mapas de um mundo em constante mudança.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Administração Pública

A (Des)orientação ao Cidadão

Carlos Hernandez Jerónimo

Não basta produzir plataformas e sistemas mesmo que em co-criação com o cidadão, que apenas ligam dois pontos em linha reta e que ao mínimo desvio empurram o cidadão para o balcão e a fila de espera. 

Paris

A morte das catedrais

António Pedro Barreiro

A separação forçada entre a beleza e a Fé é lesiva para ambas as partes. O incêndio em Notre-Dame recorda-nos isso. Recorda-nos que as catedrais não são montes de pedras.

Páscoa

O testamento de Jesus Cristo /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Deixo à Igreja o meu coração (...) que é fonte inesgotável de perdão e graça para quantos, absolvidos dos seus pecados pelo sacramento da penitência, me recebem no santíssimo sacramento da Eucaristia.

Paris

A morte das catedrais

António Pedro Barreiro

A separação forçada entre a beleza e a Fé é lesiva para ambas as partes. O incêndio em Notre-Dame recorda-nos isso. Recorda-nos que as catedrais não são montes de pedras.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)