O treinador Filipe Gouveia disse que a Académica vai manter a sua identidade na visita ao Sporting, sábado, na 20.ª jornada da I Liga de futebol, e esperar por um “dia não” da equipa lisboeta.

“Embora tenhamos alguns jogadores lesionados e castigados, a nossa identidade vai ser a mesma. Vamos ser uma Académica igual a nós próprios, como temos sido até aqui”, frisou o técnico, na conferência de antevisão à partida.

Segundo Filipe Gouveia, para a ‘briosa’ pontuar em Alvalade “é muito importante que o Sporting tenha um dia” e a sua equipa “um dia sim”, em que jogadores do clube de Coimbra “estejam inspirados e alguns erros não aconteçam”.

Salientando que a sua equipa está a atravessar um bom momento, o treinador academista acredita que pode ir jogar a Alvalade e fazer uma surpresa, que, em caso de vitória, seria a primeira da época para o clube fora de Coimbra.

“Eu quero ganhar, mas, no fim do jogo, fazendo as contas ao que se passar durante os 90 minutos, se o empate for bom, serve perfeitamente à Académica”, sublinhou.

Ainda sem vitórias fora de casa neste campeonato, os “estudantes” vêm de uma derrota em Setúbal, por 2-1.

Com o mercado de inverno quase a fechar, o treinador da ‘Briosa’ admitiu a possibilidade de vir mais um reforço, após a chegada do lateral Rafa Soares, cedido pelo FC Porto, que pode passar pela contratação do extremo marfinense Gui, do Vitória de Guimarães B.

A Académica, 16.ª colocada, com 17 pontos, e o Sporting, primeiro da tabela, com 48, defrontam-se no Estádio de Alvalade, em Lisboa, no sábado, a partir das 20:45, com arbitragem de Cosme Machado, da Associação de Futebol de Braga.