O Spotyfy lançou esta semana um canal de vídeo que disponibiliza conteúdos de órgãos como a ESPN, Comedy Central, MTV, BBC ou Vice News, na aplicação móvel Android. Os primeiros países a poderem usufruir da novidade serviço de streaming de música sueco são os Estados Unidos, o Reino Unido, A Alemanha e a Suécia, segundo o Wall Street Journal. A chegada do vídeo ao sistema operativo iOS só ocorrerá na próxima semana.

A novidade surge oito meses depois de o Spotify ter anunciado que queria adicionar vídeos e podcasts à plataforma móvel, mas ainda não se sabe se a iniciativa vai estender-se à utilizada em computador. Por enquanto, vai ser possível ver vídeos em smartphones e tablets, conta a Fast Company. Opção está disponível na versão gratuita e na premium (paga).

Quem quiser assistir aos vídeos, tem de procurá-los no motor de pesquisa da aplicação, pelo que a novidade não se torna invasiva para quem quer apenas ouvir música. Com esta funcionalidade, o Spotify pode diversificar as fontes de receitas e mudar a forma como os utilizadores interagem com a aplicação.

O serviço de streaming de música tem estado a testar, gradualmente, a opção de vídeo nos últimos meses, recorrendo a menos de 10% dos utilizadores do serviço nos quatro mercados alvo, explicou Shiva Rajaraman, vice-presidente de produto do Spotify ao Wall Street Journal.

“É óbvio que o nosso utilizador principal é um fã de música e esse não está necessariamente a esmiuçar a aplicação. Por isso, não existe nenhuma receita específica para isto funcionar”, afirmou Shiva Rajaraman.

O Spotify conta com cerca de 75 milhões de utilizadores no mundo e cerca de 20 milhões pagam pela subscrição premium. Fundada em 2006 por Daniel Ek e Martin Lorentzon, está avaliada em mais de 8,5 mil milhões de dólares, segundo a base de dados de investimento em capital de risco CB Insights.

Apesar de ser o 16º unicórnio (startups que valem mais de mil milhões de dólares) mais valioso do mundo e de o modelo de negócio se basear em subscrições pagas e em receitas de publicidade, a empresa ainda não é rentável.