O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, saudou a oposição ao regime de Damasco por ter decidido participar nas conversações de paz na Síria, que começaram esta sexta-feira em Genebra, sob a égide da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Os Estados Unidos reiteram também que a resolução 2254 do Conselho de Segurança da ONU deve ser aplicada por todas as partes que participam nas negociações, sobretudo no que diz respeito à necessidade urgente de ajuda humanitárias às zonas da Síria que estão sitiadas”, afirmou John Kerry em comunicado.

Reunida desde terça-feira em Riade, a oposição síria decidiu  participar nas conversações de paz indiretas com o regime que se iniciaram esta sexta-feira em Genebra .

Em declarações à agência noticiosa France-Presse (AFP), um responsável da oposição precisou que o Alto Comité de Negociações (HCN), uma vasta coligação de opositores políticos e de grupos armados sírios formada em dezembro na Arábia Saudita na perspetiva da iniciativa de Genebra, iria enviar “entre 30 e 35 pessoas” às conversações.

O HCN tinha recusado participar nas negociações enquanto prosseguissem os bombardeamentos e o cerco de diversas localidades sírias.