Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Porque há coisas maiores do que o futebol, a finta e o golo, os jogadores de duas equipas da segunda divisão grega deram o pontapé de saída e sentaram-se na relva em homenagem aos refugiados. Jogadores e treinadores de Acharnaikos e AEL Larissa sentaram-se durante dois minutos, ficando apenas de pé os árbitros. O gesto teve lugar na sexta-feira.

“A administração do AEL, treinadores e jogadores ficarão em silêncio dois minutos depois do começo da partida em memória das centenas de crianças que continuam a perder as suas vidas todos os dias no Egeu devido à indiferença brutal da União Europeia e Turquia”, podia ler-se num comunicado do clube antes do duelo, aqui citado pelo Guardian.

E continuava: “Os jogadores do AEL vão protestar sentando-se durante dois minutos num esforço para incentivar as autoridades a mobilizarem aqueles que parecem não sensibilizados com os crimes hediondos perpetrados no Egeu.”

https://www.youtube.com/watch?v=nxlwjCe5Q_A

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR