Quase 600.000 pessoas já assinaram uma petição pública a defender a atribuição do Prémio Nobel da Paz aos habitantes das ilhas gregas que têm acolhido refugiados.

A petição, que está na Internet, foi criada por Alkmini Papadaki, um arquiteto grego que considera que “os habitantes das ilhas gregas, no Mar Egeu, fizeram e ainda fazem todos os possíveis para ajudar os refugiados sírios, apesar de eles próprios terem sido sujeitos a uma grave crise económica”.

“As ações e os sacrifícios não devem passar despercebidos, porque são um contributo significativo para a paz e estabilidade no mundo”, afirmou o promotor da petição.