Os Globos de Ouro e os Critics’ Choice Awards anunciaram, a passadeira vermelha dos Screen Actors Guild Awards confirmou: 2016 é o ano dos longos vestidos brilhantes. A 22ª edição da entrega dos prémios, realizada no passado sábado em Los Angeles, encheu-se de lantejolas com detalhes cintilantes e tecidos acetinados. Pelo meio, ainda brilharam looks primaveris em cores rosadas — como o Vera Wang de Sofia Vergara e o Dior de Emilia Clarke. Também o Versace azul bebé de Brie Larson, vencedora do prémio de Melhor Atriz, chegou diretamente da semana de moda de alta-costura de Paris para encantar (e bem) a Guilda de Atores dos EUA.

“Na verdade acho que estou muito bonita. Parabéns para mim!”, disse Kate Winslet na red carpet. O público concordou e elegeu-a uma das mais bem vestidas da cerimónia. Do J. Mendel de Sarah Hyland ao Julien Macdonald de Eva Longoria, na passadeira vermelha reinaram igualmente vestidos sem alças, com ombros destapados e decotes profundos. Já Viola Davis subiu ao palco para receber o prémio de Melhor Atriz em Série Dramática num vestido cinzento acetinado assinado por Zac Posen e não passou despercebida.

Quem ainda chamou à atenção mas não pelas melhores razões foi Nicole Kidman em Gucci e Julianne Moore em Givenchy. Nestes casos, nem os vestidos cintilantes usados pelas atrizes brilharam o suficiente para conquistarem os críticos. Do melhor ao pior, reunimos os vestidos que fizeram a passadeira vermelha em fotogaleria.

Texto editado por Ana Dias Ferreira.