Toda a gente conhece alguém que se queixa permanentemente de cansaço, mesmo não fazendo nada. Costuma dizer-se que essas pessoas já nasceram cansadas, mas afinal a explicação pode estar num conjunto de maus hábitos que provocam desgaste físico e psicológico.

A revista Time reuniu 14 desses comportamentos, a maioria praticados inconscientemente, dos quais nós destacamos 10.

1. Não faz exercício físico quando está cansado

Faltar ao ginásio porque se sente cansado não vai fazê-lo poupar energia. Num estudo feito na Universidade da Geórgia, alunos sedentários mas saudáveis que começaram a fazer exercício três vezes por semana, durante 20 minutos, disseram sentir-se menos cansados e com mais energia após seis semanas. O exercício regular aumenta a força e a resistência, faz com que o sistema cardiovascular trabalhe de forma mais eficiente e ainda liberta oxigénio e nutrientes para os tecidos.

2. Não bebe água suficiente

Basta estar ligeiramente desidratado – uma perda de dois por cento do fluido normal é suficiente – para que os níveis de energia se ressintam. A desidratação é responsável por uma redução no volume sanguíneo, tornando o sangue mais espesso. Isto vai fazer com que o coração bombeie de forma menos eficiente, reduzindo a velocidade a que o oxigénio e os nutrientes chegam aos músculos e aos órgãos.

3. Não toma o pequeno-almoço

Comida é combustível. Quando comemos alimentamos o corpo, e mesmo enquanto dormimos ele continua a usar o que foi ingerido durante o jantar para ajudar a bombear o sangue e fazer com que o oxigénio flua. Daí a necessidade de recarregar baterias com o pequeno-almoço. De manhã, aposte nos batidos de frutos, nos iogurtes e leites magros ou ainda nos ovos.

4. Come muita comida de plástico

As comidas com excesso de açúcar e de hidratos de carbono simples têm um elevado índice glicémico e os constantes picos de açúcar no sangue seguidos de quebras abruptas provocam fadiga ao longo do dia. O segredo está em manter os níveis de açúcar no sangue controlados através de uma boa alimentação.

140238667_770x433_acf_cropped

Mantenha-se longe destes se quer evitar os bocejos à secretária.

5. É demasiado perfecionista

A vontade de atingir a perfeição faz com que as pessoas trabalhem muito mais e durante muito mais tempo do que deveriam. Ao estabelecer objetivos praticamente impossíveis acabam com uma sensação de insatisfação quando não os veem concretizados. O ideal é estabelecer um tempo para o seu trabalho e não ultrapassá-lo. Eventualmente, vai acabar por perceber que o tempo extra que andava a trabalhar não estava a ajudar em nada.

6. A sua secretária está desorganizada

Uma mesa desarrumada causa cansaço psicológico. Porquê? Porque restringe a capacidade de concentração e limita a capacidade de processar informação do cérebro — pelo menos são estas as conclusões de um estudo feito pela Universidade de Princeton. Arrumar a secretária ao final do dia vai ajudá-lo a ter um início de dia positivo na manhã seguinte. Se o caos é tal que um simples organizar de papéis não é suficiente, então leve o seu tempo. Comece pelo que está à sua volta e acabe nas gavetas.

7. Trabalha durante as férias

As férias são sinónimo de descanso, por isso ver o e-mail enquanto devia estar a apanhar banhos de sol pode levá-lo a um esgotamento. Deve desligar por completo e permitir-se descansar o máximo possível, recarregando baterias para que possa voltar ao trabalho com mais forças. Quem faz pausas a sério volta das férias mais criativo, produtivo e eficiente.

8. Bebe um copo (ou dois) de vinho antes de dormir

Embora pareça uma boa ideia para descontrair, deve evitar beber antes de ir para a cama. No início o álcool tem um efeito sedativo, mas na verdade acaba por prejudicar o sono. Quando está a ser metabolizado pelo organismo, o álcool cria uma espécie de onda abrupta de adrenalina, por isso é que as probabilidades de acordar a meio da noite aumentam quando bebe. Deve parar de beber álcool três a quatro horas antes de ir dormir.

9. Depende do café para aguentar o dia

O problema não está em começar o dia com um café, até aí tudo bem — o problema está em abusar da cafeína. O excesso vai perturbar o ciclo do sono porque a cafeína bloqueia a adenosina, a qual desempenha um papel importante na bioquímica, tal como a transferência de energia (para além de induzir ao sono e aliviar a ansiedade). Um estudo publicado no Journal of Clinical Sleep Medicine concluiu que consumir cafeína até seis horas antes de dormir afeta o sono.

10. Fica acordado até tarde ao fim de semana

Sair à noite no sábado, deixar tudo na pista de dança e depois dormir no domingo até às tantas vai fazer com que não consiga adormecer à noite e passe a segunda-feira cheio de sono. Não precisa de ficar em casa como uma carmelita, mas deve tentar acordar no domingo às horas do costume e fazer uma sesta à tarde de cerca de 20 minutos, o tempo ideal para o corpo recarregar baterias sem entrar nos estados mais profundos do sono. Se dormir mais tempo corre o risco de acordar ainda mais cansado.