O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, assumiu esta sexta-feira a responsabilidade pelo mau rendimento do futebolista colombiano Jackson Martínez na sua passagem pelo clube.

“Quando um jogador não corresponde, o responsável sou eu. Não teve sorte, nem a possibilidade de nos dar o melhor dele e, obviamente, sinto-me responsável”, reconheceu o técnico ‘rojiblanco’.

Na quarta-feira, o ex-avançado do FC Porto assinou contrato com os chineses do Guangzhou Evergrande, depois de uma passagem menos conseguida pelo Atlético de Madrid, clube pelo qual tinha assinado no verão.

“Há que interpretar as situações com sinceridade e falar claramente como homens daquilo que cada um sente e precisa. Nas escolhas há que tomar decisões. Oxalá volte a ser o jogador que acreditamos que é, mas é um fracasso meu o facto de o Jackson não continuar aqui. Faz parte do jogo e eu não vou mudar a minha forma de jogar”, defendeu Simeone.

O treinador do Atlético de Madrid contou que Jackson trabalhou com entusiasmo no clube, mas que depois de conversarem ambas as partes decidiram que era melhor que saísse.

“Ficamos com a tranquilidade de podermos olhar-nos nos olhos e cumprimentar-nos onde quer que nos encontremos. Para os que estão cá dentro, isso é o que interessa, os de fora podem dizer o que quiserem. Ele fez um esforço para integrar-se e competir. Agora, desejamos-lhe o melhor e esperamos que se sinta bem”, concluiu.

Jackson disputou 22 jogos oficiais pelo Atlético de Madrid, dos quais 13 como titular, e marcou apenas três golos, o último a 25 de outubro, levando já 10 encontros sem anotar qualquer tento. Nas duas últimas partidas, frente ao Celta, para a Taça do Rei, e com o Barcelona, para o campeonato espanhol, o técnico Diego Simeone nem o utilizou.

Formado no Independente de Medellin, onde iniciou carreira, Jackson passou pelo Jaguares, do México, antes de ingressar em 2012 no FC Porto, ao serviço do qual teve as suas épocas mais produtivas, sagrando-se por três vezes melhor marcador da I Liga, com 26 golos em 2012/13, 20 em 2013/14 e 21 em 2014/15.