Quando os psicólogos perguntaram às crianças para que lado estava a andar este autocarro, eles não demoraram muito a chegar à resposta correta, conta um vídeo da National Geographic publicado no YouTube. O objetivo era comparar o sucesso dos mais pequenos a responder a uma pergunta de fundo lógico com a capacidade de resposta dos adultos. E os mais velhos ficaram mesmo para trás.

Agora, chegou a sua vez de testar este raciocínio lógico. Olhe para a imagem aqui em baixo e descubra para que lado está a andar o autocarro, esquerda ou direita. Se acertar, está ao nível dos menores de 12 anos, que tiveram maior facilidade em chegar à resposta correta. E desta vez isto, é mesmo um elogio.

autocarro

Mas para a maior parte dos adultos, a resposta seria: “O autocarro tanto pode andar para um lado como para o outro, porque é exatamente igual numa e noutra extremidade”. Acontece que não é bem assim. Não há tubos de escape ou pormenores do interior do autocarro para ajudar a uma resposta menos ambígua.

Saiba então que o autocarro está a andar para a esquerda.

Porquê? Muito simples: o motorista do autocarro conduz do lado esquerdo do autocarro. Posto isto, imagine (como as crianças fizeram de imediato) que está a entrar no transporte. Se estivesse a subir lá para dentro teria obrigatoriamente de entrar pelo lado direito do motorista. Ora, se o autocarro estivesse a andar para a direita, teríamos de ver a porta de entrada no lado direito do autocarro. Como não a vemos, é porque está do lado contrário. Então significa que ele está a andar para a esquerda.

Exercícios destes não são novos no YouTube e, garantem os psicólogos, têm muito a dizer sobre o quociente de inteligência de uma pessoa. Os investigadores da Universidade de Rochester lançaram um teste semelhante: eles desafiam-no a dizer para que lado se movem as barras do vídeo em cada momento. Para que não faça batota (ainda que involuntária), faça o teste primeiro aqui em baixo e depois nós mostramos-lhe o diagnóstico dos investigadores nova-iorquinos.

Dizem os investigadores que as pessoas com um QI mais elevado percecionam com maior dificuldade as linhas que surgem nos círculos maiores, em comparação com os círculos mais pequenos. Para eles, isso significa que conseguem ignorar melhor os sinais sensoriais de distração. É o seu caso?

Muito bem, pode ser um verdadeiro génio.