Corria o minuto 65 no jogo entre FC Porto e Arouca quando o central Maicon, que regressou à titularidade envergando até a braçadeira de capitão, cortou uma bola à entrada da área e tentou sair a jogar à Beckenbauer. O problema é que a finta, em plena meia-lua, correu mal e o Arouca fez o segundo golo, que garantiu a vitória à equipa de Lito Vidigal em pleno Estádio do Dragão. O erro provocou também uma lesão no brasileiro, que teve inclusivamente de ser substituído debaixo de um coro de assobios. Quando toda a gente parecia estar contra o central portista houve alguém que utilizou as redes sociais para sair em sua defesa. E quem melhor para o fazer do que a própria mulher?

Foi através do Instagram que Ursula Roque, mulher do jogador, terá publicado um texto com fortes críticas a “quem se diz doutor” — isto é, ao departamento médico do FC Porto. A publicação foi no entanto retirada, mas esteve tempo suficiente para se espalhar pela Internet.

Instagram/Ursula Roque

Alegando que o central está lesionado há quatro meses, as críticas, alegadamente da autoria de Ursula Roque, visam um departamento médico que não consegue “melhorar um jogador que treina de manhã e à tarde todo o dia”.

As críticas a Maicon estenderam-se também às redes sociais, obrigando até o brasileiro a alterar a sua conta do Instagram, que que tem quase 37 mil seguidores, para privado:

maicon Instagram

Como se tudo isto não bastasse, Maicon, depois de sentir a lesão que tinha sofrido, decidiu abandonar o campo ainda antes de ser substituído. Rodolfo Reis, antigo jogador dos azuis e brancos e atual comentador, foi uma das vozes mais críticas do comportamento defendendo até, no programa Play-Off da Sic Notícias, que o central não devia vestir mais a camisola do FC Porto:

https://www.youtube.com/watch?v=FgasmzI4Gsk