Ashley Graham vai ser uma das protagonistas da edição de verão da Sports Illustrated, que celebra 52 anos de existência. A modelo norte-americana com 29 anos é a segunda mulher a sair do padrão de corpos que habitualmente encontramos nas páginas da revista desportiva: ela veste o 44, quatro números acima da sua antecessora Robyn Lawley, conta o El País.

A nova aposta da Sports Illustrated dá a cara por vários projetos que condenam as conceções utópicas de que as publicações do mundo da moda são acusadas por só mostrar as modelos com corpos esculturais, muitas vezes trabalhados em computador. “Plus Is Equal” é um desses projetos. Sediado nos Estados Unidos, o principal propósito desta organização é dar mais ênfase ao papel das mulheres mais roliças na moda.

Graham vai representar a Swimsuits, a marca de fatos de banho especializada em roupa de praia com número superior a 40. A ela junta-se também Nicola Griffin, uma modelo que, com 56 anos, se torna na mulher mais velha a posar de biquíni na edição de verão da Sports Illustrated.

1455111210_680593_1455111298_noticia_normal_recorte1

As imagens de Nicola Griffin e Ashley Graham nas páginas da Swimsuits. Créditos: Sports Illustrated

A tendência de alterar os padrões e sublinhar a diferença não é nova na revista desportiva norte-americana. As modelos mais bem pagas da revista – Elle McPherson, Heidi Klum ou Judit Mascó – deram o lugar na primeira página a outras mulheres que representavam mudanças na fórmula da revista. Beyoncé posou para a primeira página em 2007, pondo fim a 43 anos de supremacia das modelos jovens e sempre magras.