Já é conhecido como o “milagre de An An”. E um apelido como estes poucas vezes foi tão conveniente como no caso que aconteceu na China.

Um bebé chinês foi declarado morto tendo sido transportado para a morgue. Aí passou 15 horas com uma temperatura de 12ºC negativos. Até que, quando se davam os preparativos para ser cremado, os funcionários da funerária começaram a escutar soluços. O bebé estava vivo e acabava de acordar.

Foi imediatamente transferido para um hospital onde se encontra a recuperar na ala de cuidados intensivos, dá conta o Daily Mail.

Tudo aconteceu quando o bebé nasceu prematuramente no passado dia 8 de janeiro, com 1,38 quilos. Apresentando um estado frágil, passou 23 dias na incubadora até que os pais decidiram levá-lo para casa. No entanto, dois dias depois, o estado da criança piorou e sofreu uma paragem cardíaca. Até que se deu o milagre, e An An recupera agora para voltar definitivamente a casa.